Menu
terça, 11 de agosto de 2020
Polícia

Homem obedece mulher e ainda apanha na Capital

João da Penha

26 outubro 2013 - 13h09Por Juliene Katayama

Alcindo José Barbosa, de 39 anos, procurou a Delegacia de Pronto Atendimeto do Centro, na manhã de hoje (26), depois de ser agredido por sua mulher Paula Brum Miranda, de 29 anos, mesmo tendo descido do veículo a mando dela.

O casal seguia pela avenida Costa e Silva, na Capital, quando o sinal de reserva de combustível do veículo acendeu. Paula pediu para Alcindo abastecer o veículo, mas ele se recusou alegando não ter dinheiro. Ela então mandou que o marido descer do carro e ir embora a pé. Ele de prontidão atendeu e foi para o Terminal Morenão.

Depois que abasteceu o carro, Paula foi ao terminal para pegar a chave da casa. Alcindo se recusou a entregar e ela começou a agredi-lo cm tapas. Segundo o boletim de ocorrências, os braços apresentaram marcas da agressão.

"A autora disse que iria arrombar a porta da casa para entrar, saiu fazendo xingamentos e ainda quebrou seu escapulario", consta no registro.

Um cidadão que passava próximo ainda tentou acalmá-la, mas sem sucesso. Alcindo então procurou a delegacia para registrar a agressão.

Leia Também

Assolada pela covid, Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti pede estado de emergência
Cidades
Assolada pela covid, Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti pede estado de emergência
TJ diz que recursos de reprovados em concurso da Polícia Civil viraram 'farra'
Cidades
TJ diz que recursos de reprovados em concurso da Polícia Civil viraram 'farra'
De base e oposição: políticos de MS se unem contra tratamento com ozônio no ânus
Política
De base e oposição: políticos de MS se unem contra tratamento com ozônio no ânus
Enquanto te pedem pra ficar em casa, curtem a vida na Europa e fazem academia
Tema Livre
Enquanto te pedem pra ficar em casa, curtem a vida na Europa e fazem academia