Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
Camara - corona
Polícia

Homem obedece mulher e ainda apanha na Capital

João da Penha

26 outubro 2013 - 13h09Por Juliene Katayama

Alcindo José Barbosa, de 39 anos, procurou a Delegacia de Pronto Atendimeto do Centro, na manhã de hoje (26), depois de ser agredido por sua mulher Paula Brum Miranda, de 29 anos, mesmo tendo descido do veículo a mando dela.

O casal seguia pela avenida Costa e Silva, na Capital, quando o sinal de reserva de combustível do veículo acendeu. Paula pediu para Alcindo abastecer o veículo, mas ele se recusou alegando não ter dinheiro. Ela então mandou que o marido descer do carro e ir embora a pé. Ele de prontidão atendeu e foi para o Terminal Morenão.

Depois que abasteceu o carro, Paula foi ao terminal para pegar a chave da casa. Alcindo se recusou a entregar e ela começou a agredi-lo cm tapas. Segundo o boletim de ocorrências, os braços apresentaram marcas da agressão.

"A autora disse que iria arrombar a porta da casa para entrar, saiu fazendo xingamentos e ainda quebrou seu escapulario", consta no registro.

Um cidadão que passava próximo ainda tentou acalmá-la, mas sem sucesso. Alcindo então procurou a delegacia para registrar a agressão.

Leia Também

Tribunal do Trabalho nega danos morais coletivos por morte do adolescente Wesner em lava jato
Cidade Morena
Tribunal do Trabalho nega danos morais coletivos por morte do adolescente Wesner em lava jato
NÃO VAI TER FIM? Brasileiros mortos pela covid-19 já chegam a 34.021
Geral
NÃO VAI TER FIM? Brasileiros mortos pela covid-19 já chegam a 34.021
Registro mostra que PM foi imparcial em ocorrência com tiro de Guarda Municipal
Cidade Morena
Registro mostra que PM foi imparcial em ocorrência com tiro de Guarda Municipal
Estudo que demonizava cloroquina é falho e autores tiram texto de site
Geral
Estudo que demonizava cloroquina é falho e autores tiram texto de site