Menu
sexta, 23 de outubro de 2020
Polícia

Homem que matou ex-namorada e atual já havia prometido matar família inteira

Ele também acertou um tiro no filho, que se escondeu atrás da mãe baleada

22 setembro 2020 - 08h35Por Dany Nascimento

Sonia Aparecida Pires Medeiros, 37 anos, e o atual namorado, Elielson Bezerra de Moraes, de 32 anos, foram mortos a tiros em Iguape, no litoral de São Paulo. O suspeito de cometer o crime seria ex-namorado de Sonia, Marivaldo Cordeiro, de 56 anos.

De acordo com o G1, o irmão de Sonia, que prefere não se identificar, contou que, quando havia briga entre a vítima e o ex-companheiro, ele acabava sempre ameaçando a mulher. “Ele estava prometendo isso há algum tempo. Inclusive, de matar a família toda. Sempre dizia isso, mas eles brigavam e voltavam. Ele era violento”, afirma.

Marivaldo foi até a casa dela no dia anterior ao crime e tentou invadir o imóvel, localizado no bairro Rocio, mas foi visto por alguém. Nesse dia, ele viu o atual namorado da ex-companheira e ficou com raiva.

 “Meia-noite, ele tentou abrir a porta, mas não conseguiu, pois estava trancada”, relata.

Em menos de 24 horas, o homem apareceu novamente na residência da mulher, conseguiu entrar, encontrando o filho de 15 anos e Elielson na sala. O primeiro tiro dado dentro do local teria sido para assustar, segundo o adolescente relatou a parentes.

Elielson correu para o quarto das crianças, sendo seguido por Marivaldo e atingido por um dos disparos. Os outros filhos de Sonia, de 8 e 10 anos, correram para fora da casa assim que ouviram os primeiros tiros e pediram socorro aos vizinhos. O adolescente relatou que se escondeu atrás da mãe, que foi alvo de diversos tiros. Segundo o irmão, enquanto atirava, o homem dizia “isso é pelo que você fez comigo”.

m dos tiros também atingiu o adolescente de raspão no pescoço, mas ele correu para o banheiro e se escondeu. O homem foi atrás dele e atirou duas vezes para dentro do cômodo, mas não conseguiu atingi-lo. Em seguida, Marivaldo fugiu. Elielson e Sonia morreram no local. O adolescente foi socorrido por vizinhos, que o levaram ao Hospital Regional de Pariquera-Açu, onde foi tratado e recebeu alta no mesmo dia.

O irmão afirma que Marivaldo já havia prometido matar todos os familiares da vítima.

Leia Também

Assassino que colocou fogo em corpo vai responder só por lesão corporal
Polícia
Assassino que colocou fogo em corpo vai responder só por lesão corporal
Decisão do STF sobre ICMS do gás natural evita perda de R$ 1,2 bilhões para MS
Cidades
Decisão do STF sobre ICMS do gás natural evita perda de R$ 1,2 bilhões para MS
Após jogar 'm*** no ventilador’', cantora pivô de escândalo em igreja apaga live no Facebook
Cidade Morena
Após jogar 'm*** no ventilador’', cantora pivô de escândalo em igreja apaga live no Facebook
Virou moda? Candidato a vereador é preso com R$ 15 mil socados na cueca
Geral
Virou moda? Candidato a vereador é preso com R$ 15 mil socados na cueca