Menu
quinta, 29 de outubro de 2020
Polícia

Homem sofre racismo em hipermercado da Capital

Injuria

13 janeiro 2014 - 17h34Por Willian Leite

Na tarde de hoje (13), Geraldo Rodrigues de Lima,52 anos, procurou a (Delegacia de Pronto Atendimento Centro) DEPAC, para registrar boletim de ocorrência por se sentir vítima de preconceito racial.  O caso ocorreu em uma loja de troca de óleo veicular que fica dentro do estacionamento de um  hipermercado na rua Antonio Maria Coelho em Campo Grande.

De acordo com informações do boletim de ocorrência a vítima chegou no local  e viu que havia um cartaz apontando que o produto estava em promoção mas, a gôndola estava vazia. No momento em que  Geraldo perguntou ao vendedor João Wagner,  se não iria repor o produto na prateleira o mesmo respondeu com ironia " esta vendo não tem mais óleo na prateleira, por isso que não gosto de brasileiro, muito menos de preto" relatou.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, o gerente da loja foi acionado a pedido do cliente que questionou a falta do produto e mesmo com a presença do responsável o vendedor voltou a repetir a ofensa.

O caso foi registrado na Delegacia de pronto Atendimento Centro) DEPAC.

Leia Também

Homem é preso por vender ossadas de cemitério para rituais religiosos no Rio
Geral
Homem é preso por vender ossadas de cemitério para rituais religiosos no Rio
Brasil tem 513 mortes pela covid em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 513 mortes pela covid em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Corredor de ônibus e apoio aos aplicativos foram destaque em horário eleitoral da noite
Cidade Morena
Corredor de ônibus e apoio aos aplicativos foram destaque em horário eleitoral da noite
Babaca: homem invade quintal e mata cachorro a pauladas em Anastácio
Interior
Babaca: homem invade quintal e mata cachorro a pauladas em Anastácio