Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
GOV FEMINICIDIO
Polícia

Homicídio ocorrido em 2005 será julgado pela 2ª Vara do Tribunal do Júri da Capital

Julgamento

16 outubro 2013 - 09h00Por Karla Nantes

A juíza  substituta na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Denize de Barros Rodrigues  julga nesta quarta-feira (16), o caso de   Anderson Silva da Costa que está sendo acusado de matar Jean Gerson de Souza, em três de julho de 2005, no Bairro Los Angeles, na Capital.

Segundo os autos, o rapaz também teria atentado contra a vida de dois amigos de Jean, que conseguiram fugir do local do crime. Anderson alegou ter agido em legítima defesa, mas as testemunhas disseram que foi por conta de uma briga antiga que eles tinham entre si.

De acordo com as informações, o acusado foi denunciado por homicídio desonesto, que deixa a vítima sem defesa, já que disparou os tiros de surpresa. Anderson Silva da Costa foi enquadrado  no artigo 121 do Código Penal (homicídio cometido por motivo torpe com recurso que dificulta a defesa da vítima). Para juíza em substituição legal na Vara, Denize de Barros Dódero Rodrigues a alegação de legítima defesa deve ser mantida, cabendendo aos jurados a apreciação.

Leia Também

ABSURDO: Fachin proíbe operações policiais em favelas do Rio durante pandemia
Geral
ABSURDO: Fachin proíbe operações policiais em favelas do Rio durante pandemia
Corpo de fazendeiro brasileiro é achado em entulho no Paraguai
Interior
Corpo de fazendeiro brasileiro é achado em entulho no Paraguai
VÍDEO: CNN revela esquema de fake news de Joice Hasselman e ela rebate: 'Bolsonaro comprou emissora'
Geral
VÍDEO: CNN revela esquema de fake news de Joice Hasselman e ela rebate: 'Bolsonaro comprou emissora'
É DE CHORAR: polícia resgata idosos desnutridos em casa de repouso
Geral
É DE CHORAR: polícia resgata idosos desnutridos em casa de repouso