Menu
sexta, 07 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Polícia

Homicídio ocorrido em 2005 será julgado pela 2ª Vara do Tribunal do Júri da Capital

Julgamento

16 outubro 2013 - 09h00Por Karla Nantes

A juíza  substituta na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Denize de Barros Rodrigues  julga nesta quarta-feira (16), o caso de   Anderson Silva da Costa que está sendo acusado de matar Jean Gerson de Souza, em três de julho de 2005, no Bairro Los Angeles, na Capital.

Segundo os autos, o rapaz também teria atentado contra a vida de dois amigos de Jean, que conseguiram fugir do local do crime. Anderson alegou ter agido em legítima defesa, mas as testemunhas disseram que foi por conta de uma briga antiga que eles tinham entre si.

De acordo com as informações, o acusado foi denunciado por homicídio desonesto, que deixa a vítima sem defesa, já que disparou os tiros de surpresa. Anderson Silva da Costa foi enquadrado  no artigo 121 do Código Penal (homicídio cometido por motivo torpe com recurso que dificulta a defesa da vítima). Para juíza em substituição legal na Vara, Denize de Barros Dódero Rodrigues a alegação de legítima defesa deve ser mantida, cabendendo aos jurados a apreciação.

Leia Também

Caminhão cai em ribanceira e mata ocupante na hora, na Serra da Alegria, em Coxim
Interior
Caminhão cai em ribanceira e mata ocupante na hora, na Serra da Alegria, em Coxim
Agente de trânsito flagrada 'dirigindo' e falando ao celular é 'inocentada' por falta de provas
Cidade Morena
Agente de trânsito flagrada 'dirigindo' e falando ao celular é 'inocentada' por falta de provas
Juiz diz que audiência foi o 'Grande Debate', mas termina sem acordo sobre lockdown
Cidade Morena
Juiz diz que audiência foi o 'Grande Debate', mas termina sem acordo sobre lockdown
Mês de celebração à Nossa Senhora da Abadia tem live, novena e comidas típicas no drive thru
Cidade Morena
Mês de celebração à Nossa Senhora da Abadia tem live, novena e comidas típicas no drive thru