Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Polícia

Imagens mostram que Rafael não mentiu ao falar que subiu em capô de ‘brincadeira’

Rafael foi preso em flagrante, mas teve a liberdade provisória decretada, durante audiência de custódia realizada na manhã desta segunda-feira

17 maio 2021 - 15h47Por Nathalia Pelzl e Vinícius Squinelo

Imagens de câmeras de segurança de uma loja na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande, apontam que a versão dada por Rafael de Souza, de 19 anos, acusado de matar a namorada Mariana Vitória Vieira, de 19 anos, é verdadeira. 

Em depoimento, Rafael disse que a namorada subiu no capô do carro após uma brincadeira entre eles. 

Nas imagens divulgadas, Rafael aparece em cima do automóvel por volta das 4h de sábado, enquanto a vítima conduzia o veículo. Depois disso, segundo ele, a vítima teria subido no capô, enquanto ele conduzia o carro.

O vídeo derrubaria totalmente a ideia de que o casal havia se desentendido após uma festa de amigo. O TopMídiaNews tentou contato com a delegada responsável pelo caso e aguarda retorno. 

Rafael foi preso em flagrante, mas teve a liberdade provisória decretada, durante audiência de custódia realizada na manhã desta segunda-feira (17), no Fórum de Campo Grande. 

Segundo o advogado Marlon Ricardo Chaves, a Justiça aceitou o pedido de liberdade impetrado pela defesa de Rafael, que ficará em prisão domiciliar, fazendo uso de tornozeleira eletrônica. 

Ele destaca que o resultado da brincadeira feita pelo casal poderia ser inverso, já que Rafael alega que também ficou sob o capô do veículo, enquanto a namorada dirigia. 
Mariana foi atropelada e morreu na Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camillo, no bairro Santa Fé, em Campo Grande.