TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Polícia

Juiz decreta prisão de motorista bêbado que matou professora

A prisão preventiva foi decretada hoje; a professora morreu na hora

31 maio 2020 - 16h16Por Rayani Santa Cruz

Neste domingo (31), o juiz plantonista Francisco Vieira de Andrade Neto decretou a prisão preventiva do tenente da Polícia Militar Alexander Nantes Stein, 32 anos. 

Ele que estava com sinais de embriaguez causou o acidente de trânsito que matou a professora  Suellen Vilela Brasil, 32 anos, na Avenida Gury Marques, em Campo Grande. Inicialmente ele foi preso em flagrante por embriaguez ao volante, agora a prisão foi revertida para preventiva.

O acidente 

Alexander Nantes Stein, 32 anos, que conduzia o veículo que bateu na traseira de um veículo Clio, que culminou com a morte de Suellen Vilela Brasil, 32 anos, assumiu que ingeriu bebida alcoólica na noite de ontem (30), na Avenida Gury Marques, próximo da região das Moreninhas, em Campo Grande.

Segundo o Boletim de Ocorrência, ele apresentava sinais de embriaguez e recusou passar pelo teste do bafômetro. Alexander reclamava de dor no corpo e foi levado para a Upa (Unidade de Pronto Atendimento) Moreninhas.

Ele dirigia um veículo Gol, de cor prata, bateu na traseira do veículo Clio Sedan, de cor cinza, que bateu contra uma árvore no canteiro central da Avenida. Suellen não resistiu e morreu na hora.

O motorista do Gol disse que vinha da região das Moreninhas e pegou a pista da esquerda na frente de um supermercado.

Ele disse que seguia na via atrás do carro de Suellen, que teria freado o veículo rapidamente. Ele não conseguiu desviar e bateu no carro da mulher. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.