Menu
Busca sábado, 28 de março de 2020
camara 23 a 31/03
Polícia

Juiz nega indenização para mulher que processou paquera por espalhar detalhes de noite de prazer

Ela queria R$ 80 mil do ex-ficante que reencontrou na Festa da Linguiça

24 março 2020 - 11h32Por Dany Nascimento

O juiz Juliano Rodrigues Valentim da 3ª Vara Cível de Campo Grande não acatou o pedido de danos morais em uma ação de indenização ajuizada por uma esteticista, em desfavor de um homem que teria enviado mensagens para amigos dando detalhes sobre o relacionamento sexual de ambos.

De acordo com os autos, ela reencontrou o homem na Festa da Linguiça, em Maracaju e ambos começaram a trocar mensagens. Os dois tiveram relação e no último dia do encontro, a mulher pegou o celular que tinha emprestado para o rapaz e leu duas mensagens para amigos.

Nas mensagens ele contava detalhes da relação e mandou o perfil do Facebook da mulher para os amigos verem. Ela decidiu solicitar indenização de R$ 80 mil na justiça.  De acordo com o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o  juiz disse que, mesmo que “as imagens das conversas do requerido fossem consideradas provas suficientes para o fim almejado, seu teor não caracteriza dano moral próprio ou lesão a atributo da personalidade”.

 

Leia Também

Segundo sorteio do Programa Nota Premiada acontece neste sábado
Economia
Segundo sorteio do Programa Nota Premiada acontece neste sábado
Prefeito morre de coronavírus no Piauí
Saúde
Prefeito morre de coronavírus no Piauí
Bares e restaurantes podem fechar mais de 1,8 mil postos de trabalho em Dourados
Economia
Bares e restaurantes podem fechar mais de 1,8 mil postos de trabalho em Dourados
Justiça federal proíbe governo de veicular campanha contra isolamento social
Saúde
Justiça federal proíbe governo de veicular campanha contra isolamento social