TCE Julho  17 a 19/07 e 22 a 25/07
(67) 99826-0686
PMCG - REFIS 01 a 30/07/2019

Juíza impõe fiança e solta dupla presa com 189 kg de maconha: 'Não há risco à ordem pública'

Envolvidos já tinham diversas passagens pela polícia, inclusive um menor de 16 anos

23 ABR 2019
Thiago de Souza
19h16min
Foto: Arquivo - TopMidiaNews

Dois homens presos com cerca de 190 kg de maconha, no dia 17 de abril deste ano, em Nioaque, foram soltos por decisão da juíza Larissa Luiz Ribeiro. Apesar da farta ficha criminal dos suspeitos, a magistrada concedeu a liberdade dos dois e justificou que não havia indícios de que os dois cometeriam novos crimes.

Conforme boletim de ocorrência, os dois adultos aliciaram um adolescente de 16 anos para buscar a droga de Porto Murtinho para Campo Grande. Quando estavam na BR-060, foram abordados e estavam próximos a um Vectra, onde a maconha estava escondida.

Os criminosos disseram à polícia que receberiam R$ 1.500 pelo transporte da droga. O menor já tinha passagem por roubo e tráfico de  drogas.

Na decisão, a magistrada impôs fiança de dois mil reais para que a dupla fosse colocada em liberdade. Em sua argumentação, Larissa disse que a regra da legislação brasileira é que o suspeito responda processo em liberdade.

Para a magistrada, se colocados em liberdade, não haveria risco da dupla cometer novos crimes, mesmo já tendo envolvimento em outras ocorrências graves. Ela justificou que os dois não tinham condenações transitadas em julgado, ou seja, condenações onde não caberiam mais recursos.

Além disso, a juíza ressaltou que a liberdade de ambos não acarretaria repercussão de intensidade anormal perante a sociedade, mesmo que os dois tenham usado um adolescente para cometer o crime.

O Ministério Público Estadual considerou a decisão absurda e prometeu recorrer da soltura dos envolvidos.

 

 

Veja também