Menu
sexta, 25 de setembro de 2020
Polícia

Julgada por conselho, tenente-coronel que matou marido PM é aposentada

Decisão é administrativa; Itamara Romeiro Nogueira matou marido em 2016

06 novembro 2019 - 11h18Por Nathalia Pelzl e Dany Nascimento

A tenente-coronel da Polícia Militar Itamara Romeiro Nogueira foi julgada na esfera administrativa, na manhã desta quarta-feira (6), pelo Conselho da Polícia Militar de Campo Grande. Ela é acusada de matar a tiros o marido, também policial militar, Valdeni Lopes Nogueira, de 45 anos, no dia 12 de julho de 2016.

Acompanhada pelo advogado José Roberto Rosa, a oficial foi julgada por três coronéis do Conselho da PM, o relator Alexandre Rosa Ferreira, o escrivão Leonel Praieiro e Edson Bertolazo na presidência.

A tenente já tinha feito o pedido para ir para a reserva, no entanto, a decisão foi para ela fosse reformada administrativamente, ou seja, que compete o afastamento total das suas funções dentro da corporação, aposentada. Ela prestou 27 anos de serviço à Polícia Militar.

Conforme o advogado, durante o julgamento, foi levado em consideração toda carreira ela, já que atuou até mesmo no comando do Batalhão de Trânsito. Agora, a decisão vai para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e, posteriormente, é encaminhada ao Tribunal de Justiça.

Além disso, o advogado destacou que o fato da tenente-coronel nunca ter registrado boletim de ocorrência das agressões contribuiu para a decisão.

Já na esfera criminal, ainda segundo o advogado, Itamara deve ir a júri popular em  março de 2020.

O crime

Supostamente para se defender de agressões, a policial atirou no marido com a pistola que usava na Polícia Militar. O crime ocorreu na garagem da residência deles, no dia 12 de julho de 2016.

Ela alegou que os dois estavam em casa e discutiram por conta de uma viagem. Ainda segundo a tenente, ela foi agredida pelo policial fisicamente. Em dado momento, na versão dela, ele foi até o carro pegar a arma para atingi-la, por isso atirou em legítima defesa. Após os tiros, a policial acionou o socorro, mas o então esposo morreu na Santa Casa.

Leia Também

Cantor Fernando processa ex-mulher por ser chamado de pai ausente
Geral
Cantor Fernando processa ex-mulher por ser chamado de pai ausente
Mulher que sumiu de hospital com fratura no pé morreu de hemorragia
Polícia
Mulher que sumiu de hospital com fratura no pé morreu de hemorragia
Deputado argentino toca e beija os seios de mulher em sessão virtual da Câmara
Geral
Deputado argentino toca e beija os seios de mulher em sessão virtual da Câmara
Tem grana! Maioria dos candidatos à prefeitura de Campo Grande é milionária
Política
Tem grana! Maioria dos candidatos à prefeitura de Campo Grande é milionária