Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Polícia

Justiça nega liberdade para acusado de causar acidente com duas mortes na Guaicurus

A defesa tentou convencer a Justiça de que o réu merece ficar solto porque nunca foi preso, é pessoa honesta, com residência fixa

22 fevereiro 2021 - 09h57Por Dany Nascimento

O pedido de revogação da prisão preventiva de Vinícius de Oliveira Gonçalves, apontado como responsável pela morte de dois homens em um acidente de trânsito no dia 4 de fevereiro, foi negado pela Justiça. 

O acidente aconteceu na Avenida Guaicurus, em Campo Grande.  De acordo com o processo, que tramita na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, a materialidade dos fatos foi demonstrada no boletim de ocorrência, bem como nos depoimentos prestados pelas testemunhas.

No pedido de revogação da prisão preventiva, impetrado pelos advogados Benjamin Hoffmeister e Jéssica Gamarra do Nascimento, a defesa tentou convencer a Justiça de que o réu merece a liberdade porque nunca foi preso, é pessoa honesta, com residência fixa e não estava embriagado na hora do acidente.

A solicitação foi analisada pelo  juiz Aluízio Pereira dos Santos, que decidiu pelo indeferimento. Vinicius está preso no Centro de Triagem.

O caso

Vinícius conduzia um Gol pela Guaicurus, no sentido bairro-centro, acompanhado de uma jovem de 22 anos. Ele fugia do ex-namorado da mulher, que seguia o carro em uma motocicleta. 

Ele acelerou o carro e rampou o quebra-molas da Avenida, atingindo o Renault Scénic que vinha pela Marginal Bálsamo e tentava atravessar a Avenida Guaicurus.  Os dois ocupantes do Scénic, Jair Fernandes Pereira, 49 anos, e Mauro Jorge Pereira Nantes, 54 anos, morreram na hora.

Clique aqui e veja o que o acusado falou no dia do acidente