Maracaju III agosto verde 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
quarta, 17 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Dengue agosto
Polícia

Ladrão morre após ser parado na bala pela polícia em fuga no Cohafama

Autor fugiu após tentar cometer vários delitos em um estacionamento de um shopping

02 julho 2022 - 08h25Por Vinicius Costa

Um homem, ainda não identificado, morreu após ser baleado ao tentar fugir da polícia enquanto tentava cometer roubos em um estacionamento de um shopping na região do bairro Cohafama, em Campo Grande. O caso teria acontecido na noite desta sexta-feira (1°) e o autor morreu horas após ser levado para um hospital, já na madrugada deste sábado (2).

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar teria sido acionada para deter um ladrão que fugiu após ser surpreendido por seguranças de um estacionamento.

Ele teria entrado em uma residência e após coletar algumas informações, militares conseguiram fazer o cerco contra o autor em uma casa na rua Botucatu. A entrada dos policiais foi liberada pelos moradores e alguns rastros de sangue foram avistados, o que ajudou na caçada.

Ao ser encontrado, o ladrão desobedeceu à ordem de abordagem e entrou em outra casa através de uma caixa de ar condicionado que estava vazia. Os militares precisaram arrombar uma porta para ter acesso ao cômodo que o ladrão estava escondido e por um momento suspeitaram que ele estava fazendo uma pessoa de refém, hipótese descartada posteriormente.

Após arrombar a porta, militares e ladrão ficaram frente a frente e o autor, na posse de uma faca, teria ido para cima dos policiais, que revidou com um disparo para tentar evitar a ação. Mas mesmo assim, o autor continuou partindo para cima e foi necessário mais dois disparos para cessar a agressão contra os militares.

O ladrão foi resgatado ainda com vida e encaminhado ao Hospital Regional, ficando na área vermelha, onde precisou passar por cirurgia. No entanto, ele não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada.

A arma usada pelos policiais será periciada, assim como a faca usada pelo autor.

O caso foi registrado na Depac Cepol.