Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Polícia

Latrocínio que chocou pela covardia no Jd Morumbi é esclarecido; suspeito vivia no interior de SP

Dono de conveniência assaltada foi morto com dois tiros. Um dos criminosos é menor de idade

19 novembro 2018 - 17h57Por Thiago de Souza

Douglas Aparecido Cardoso, 30, foi preso na cidade paulista de Itaí, suspeito de ser um dos assassinos de Fernando Alle dos Santos, 53, dono da conveniência Delícias, assaltada no Jardim Morumbi, em Campo Grande. Após o crime, em maio deste ano, ele usava documento falso no estado vizinho. O comparsa dele, um adolescente de 16 anos, foi identificado.

O trabalho de investigação foi feito por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos, em Campo Grande. Os agentes descobriram que Douglas estava no interior paulista e pediram apoio a polícia civil vizinha, que prendeu o foragido da justiça.

O suspeito já está na carceragem da Derf, em Campo Grande, e vai responder por latrocínio, cuja pena pode chegar a 30 anos de prisão.

O adolescente responde por ato infracional, que tramita na Delegacia de Atendimento à Infância e à Juventude. Douglas será apresentado pela polícia nesta terça-feira (20), na Derf.

Revolta

O crime ocorreu dia 25, noite de uma sexta-feira. Dois suspeitos entraram armados na Delícias Conveniência e renderam Fernando, que era dono, e clientes. Conforme as imagens de câmeras de segurança, Fernando foi levado para os fundos do comércio, mas resistiu a ficar de joelhos e foi alvo de dois tiros, sendo um na cabeça.