Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Laudos produzem dados para Polícia Federal sobre morte de índio em MS

04 setembro 2015 - 13h39Por Dany Nascimento

Os laudos da Perícia Oficial de Mato Grosso do Sul (órgão que faz parte da Coordenadoria Geral de Perícias do Estad), devem ajudar a Polícia Federal a solucionar a morte da liderança indígena Guarani Kaiowá Simeão Fernandes Vilhalva, 26 anos, ocorrida no sábado (29), no município de Antônio João.

 

 O delegado federal que preside o inquérito que apura o homicídio, Bruno Maciel, chamou os peritos oficiais lotados na regional de Ponta Porã  para dar apoio, fazendo o uso de técnicas científicas e de observação, reconstituição do ocorrido e análise de balística.

 

A perícia de Mato Grosso do Sul produzirá documento fundamental para embasar o trabalho da Polícia Federal.  “O trabalho da perícia oficial é usar o rigor da ciência, com a experiência de diferentes profissionais, para auxiliar a polícia e garantir a justiça. A perícia criminal e os peritos médicos legistas desenvolvem um trabalho fundamental para o inquérito policial”, explicou o presidente da APOMS (Associação dos Peritos Oficiais de Mato Grosso do Sul), Antônio Cesar Moreira Oliveira.