Menu
terça, 20 de outubro de 2020
Polícia

Madrasta agride enteada por não doar sangue

Contos de Fadas

23 fevereiro 2014 - 08h29Por Marcelo Villalba

 E quem disse que Madrasta má não mostra as garras na vida real se enganou, a jovem Marcieli dos Santos Andrade, 18 anos, sentiu na pele na manhã deste domingo (23), quando foi acordada a gritos de palavrões  por Rosana Diogo de Farias, 35 anos. O caso aconteceu em Selvíria, município localizado a 410 km de Campo Grande.

Desconfiada  que a jovem estaria fazendo coisa errada e não teria participado de uma campanha de doação de sangue na instituição de ensino em que estuda, Rosana, entrou no quarto gritando "Você é vagabunda, biscate, não foi doar sangue, foi biscatear".

Segundo consta no Boletim de Ocorrência, a jovem mesmo mostrando o braço e o comprovante da doação de sangue, não foram necessários para convencer a madrasta.  

Descontrolada quebrou vários e danificou objetos da estudante,  como livros que a jovem usa para fazer o curso de  enfermagem. Não se contentando partiu para agressão física e deixou lesões no pescoço, costas e pernas.

Marcieli disse aos policiais que esta não foi a primeira vez que sofre agressões por parte da sua madrasta.

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, e será investigado pela Delegacia de Polícia de Selvíria. 

Leia Também

Cuidado: MS está em alerta para tempestade com granizo e alagamentos
Cidades
Cuidado: MS está em alerta para tempestade com granizo e alagamentos
Põe na Ata: Justiça ordena Harfouche a tirar vídeo com ataques a Marquinhos e à imprensa
Cidade Morena
Põe na Ata: Justiça ordena Harfouche a tirar vídeo com ataques a Marquinhos e à imprensa
Brasil tem o primeiro caso oficial de covid-19 em animal; gata vive em Cuiabá
Geral
Brasil tem o primeiro caso oficial de covid-19 em animal; gata vive em Cuiabá
Sindicato rural repudia 'indígenas' por apedrejamento de tratores em Dourados
Interior
Sindicato rural repudia 'indígenas' por apedrejamento de tratores em Dourados