Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Polícia

Mãe nega que obrigava filha a se prostituir e diz que bateu nela para parar com programas

Ela afirma que bateu na menina porque não aceita a vida que a filha leva; filha afirma que mãe faz agendamentos de programa

16 outubro 2020 - 08h20Por Dany Nascimento

Mulher de 40 anos, acusada de obrigar a filha de 16 anos a se prostituir, passa por audiência de custódia nesta sexta-feira (16) e pode ter a prisão preventiva decreta. De acordo com a Assessoria de Comunicação do Fórum, a mulher disse que nunca obrigou a adolescente a se prostituir.

Ela afirma que tinha conhecimento de que a filha está se prostituindo há seis meses e que já teria usado seu celular para falar com ‘clientes’. A mulher diz que bateu na menina por não aceitar que ela faça programas e usar maconha.

A mãe autorizou que seja realizada uma busca em seu aparelho celular. Já a menina disse que era agenciada pela mãe, que oferecia programas da filha por um bate-papo na internet e também via WhatsApp.

A jovem afirma que apanhava da mãe sempre que se negava a fazer programas e acabava expulsa de casa. O caso é investigado.

Leia Também

Natal terá enfeites nas ruas, mas Cidade do Natal deve continuar de portas fechadas
Cidade Morena
Natal terá enfeites nas ruas, mas Cidade do Natal deve continuar de portas fechadas
Em último programa, Maisa se emociona em despedida do SBT
Geral
Em último programa, Maisa se emociona em despedida do SBT
Ciclista mostra pernas após 4 horas de treino e impressiona fãs
Geral
Ciclista mostra pernas após 4 horas de treino e impressiona fãs
Após semana de chuva, MS tem calor de 34°C em várias regiões
Cidade Morena
Após semana de chuva, MS tem calor de 34°C em várias regiões