Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
TRE
Polícia

Mãe tenta vender virgindade da filha de 13 anos na Internet por quase 100 mil reais

A mulher chegou a enviar um certificado que declarava que a filha era virgem para o eventual comprador, além de fotografias de teor erótico da menina

12 dezembro 2018 - 08h05Por Da redação / Zap AEIOU

De acordo com informações da ABC, Irina Gladkikh, de 35 anos e nacionalidade russa, foi detida por tentar vender a virgindade da filha de 13 anos a um pedófilo. Gladkikh iria receber do suposto comprador o montante para que ele tivesse relações sexuais com a menina.

A mulher chegou a enviar um certificado que declarava que a  filha era virgem, além de fotografias de teor erótico da menina. O acordo seria celebrado durante um encontro num restaurante em Moscou, no qual Irina apareceu acompanhada por duas amigas.

Contudo, o “comprador”, um policial disfarçado que se passava por pedófilo, chamou a equipe policial para efetuar a prisão. As autoridades entraram em ação quando Gladkikh ia receber o dinheiro.

No tribunal, Gladkikh admitiu: “Viemos a Moscou para conhecer um homem rico, com objetivo de encontrar ajuda financeira, após lhe proporcionar serviços sexuais por parte da minha filha”. A mulher foi condenada a quatro anos e meio de prisão, tendo perdido também a custódia da filha, bem como a do outro filho – também menor de idade.