Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Mandante de assassinatos e sequestro na fronteira, Meia Água morre em SP

18 setembro 2015 - 15h29Por Alessandra Carvalho

Claudio Rodrigues de Souza,  mais conhecido como Claudinho Meia Água,  morreu na manhã de hoje (18),  na cidade de Jandira no interior de São Paulo.  Conforme o site Repórter MS,  ainda não foi informado a causa da morte,  e os investigadores da Polícia Civil de Jandira estão trabalhando no caso e devem passar mais detalhes . O corpo dele está no Instituto Médico Legal (IMOL) daquela cidade.

Conforme outro site Fronteira Mix, ele era acusado pela Polícia Civil de ser o mandante do assassinato do jornalista Paulo Roberto Cardoso Rodrigues, identificado como Paulo Rocaro, em 2012.

Meia Água morava em Ponta Porã e foi considerado um dos maiores pistoleiros daquela região. Após a morte de Rocaro, deixou a cidade. Ele foi ouvido pela delegada Marina Conceição, do 1º Distrito Policial de Ponta Porã, no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Após o depoimento que  alegou inocência e foi para a cidade de São Paulo.

Ele era empresário e  foi presidente municipal do PC do B. Acabou  investigado como suspeito de ter participado do assassinato do empresário Daniel Escobar, filho do empresário Fahd Jamil Georges, que foi sequestrado em um shopping de Campo Grande e assassinado em  2010.