(67) 99826-0686
REFIS FEV.

Manuseando espingarda, adolescentes disparam acidentalmente contra jovem em MS

O rapaz de 19 anos foi atingido no queixo e o projétil saiu pela nuca. Todos possuem passagem pela polícia

12 SET 2016
Rodson Willyams
08h45min
Foto: Geovanni Gomes / Arquivo

A Polícia Militar foi acionada por moradores, por volta das 18h40 deste domingo (11), para atender a uma ocorrência realizada na Rua João Maria Barbosa Nantes, no bairro Paraíso, em Sidrolândia. Segundo o Boletim de Ocorrência, dois adolescentes estavam brincando com uma espingarda de calibre 36, sem numeração, quando realizaram um disparo acidental que atingiu Raul Leyson Dantas da Cruz, de 19 anos.

Segundo a polícia, os adolescentes fugiram do local após o disparo da arma de fogo. Os três moravam na mesma casa, local denunciado pelos moradores como utilizado para a venda de entorpecentes. Na residência, os policiais ainda encontraram Adriana Pereira Rodrigues, de 31 anos, que afirmou aos policiais militares que havia ido até ao local para consumir entorpecentes, uma vez, que seria usuária de drogas.

Adriana teria revelado aos policiais que a dupla de adolescentes estavam manuseando a arma, quando um deles teria disparado a arma acidentalmente que acabou atingindo Raul. Com o susto, ambos fugiram, sendo um deles, de 17 anos. O fato foi confirmado pela vítima no Hospital Elmíria Silvério Barbosa.

Na residência, os polícias ainda encontraram uma balança de precisão, uma trouxinha de maconha e uma de pasta base. Os entorpecentes junto com Adriana e a arma foram encaminhados para a DELPOL, em Sidrolândia.

Campo Grande

Logo que deu entrada ao Hospital Elmíria Silvério Barbosa, Raul Leyson Dantas da Cruz, de 19 anos, foi transferido para a Santa Casa, na Capital. Assim que chegou, a Polícia Militar de Campo Grande foi acionada, uma vez, que a vítima foi alvo de tentativa de homicídio.

Assim que os policiais checaram, descobriram que o jovem tinha um mandado de prisão em aberto e desde então, os policiais fazem a escolta no local.

Conforme consta em um segundo Boletim de Ocorrência, registrado na Capital, a vítima apresentava sinal de perfuração feito por um projétil de arma de fogo, que atingiu o queixo e atravessou a cabeça saindo pela nuca.

Devido ao quadro, o rapaz foi encaminhado para o setor cirúrgico para passar por procedimentos médicos. No entanto, não há informações sobre o estado de saúde do jovem. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento ao Cidadão (Depac-Centro). 

Veja também