TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
segunda, 23 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Polícia

Menino que atirou no próprio tornozelo dentro de escola é ouvido por psicólogos

Criança prestou depoimento nesta quinta-feira em delegacia da Capital

25 outubro 2018 - 14h40Por Nathalia Pelzl

O aluno de 9 anos que entrou armado dentro de um Colégio, no dia 18 deste mês, em Campo Grande, e feriu o tornozelo, foi ouvido por psicólogos na Depca (Delegacia Especializada de Pronto Atendimento à Criança e Adolescente), na manhã desta quinta-feira (25).

Segundo o delegado responsável pelo caso, Mario Donizete, as testemunhas já foram intimadas a depor, e só depois os pais dos meninos serão intimados para prestar depoimento.

O delegado informou ainda que, se provado que teve omissão de cautela por parte do pai, que é perito criminal, poderá ser aberto um processo administrativo.

O caso

O menino de nove anos entrou armado na escola e teria contado aos colegas que tinha uma pistola na mochila, mas as crianças não teriam 'levado a sério'. Por volta de 16h30, durante a aula de geografia, o aluno teria disparado acidentalmente.

A criança pegou uma arma do pai, que estava trancada dentro de um escritório na residência da família, colocou na lancheira e levou para a escola. O Colégio emitiu nota e lamentou o fato.

A escola destaca ainda que os alunos que presenciaram o ocorrido e todos que sentirem necessidade terão atendimento psicológico. A criança, vítima do disparo, e a família dela vão receber apoio do colégio, assim como a polícia terão todas as informações necessárias.