TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
quinta, 26 de maio de 2022 Campo Grande/MS
TOP MIDIA INSTITUCIONAL SUPER BANNER
Polícia

Motorista de aplicativo denuncia 'guarda sem educação' que distribui multas na rodoviária

O condutor afirma que o guarda não quis se identificar e presenteou o rapaz com duas multas

20 outubro 2018 - 07h00Por Dany Nascimento

Revoltado com a atitude de um guarda municipal, o motorista de aplicativo Eduardo Alves Cândido, 24 anos, denuncia que foi alvo de estupidez ao tentar descobrir o nome do agente da prefeitura que multava seu carro na área de embarque e desembarque da Rodoviária da Capital. O rapaz afirma que tentou ajudar uma idosa de 65 anos a carregar uma mala de 40 kg, mas foi alvo de duas multas.

“Eu levei essa senhora na rodoviária, ela procurou alguém para ajudar a descarregar a mala, mas não encontrou. Por questão de hombridade, eu desci do carro e fiz o favor de levar a mala para ela. Uma idosa não conseguia carregar e nem a filha dela que estava de acompanhante. Quando eu levei, não deu nem dois minutos, fui receber o valor da corrida da filha dela e, ao retornar, o guarda estava aplicando multa no meu carro”, explica o condutor.

Segundo Eduardo, o guarda municipal foi grosseiro e não quis se identificar. “Não tinha o nome dele no uniforme, estava escrito apenas guarda municipal e no colete polícia. Perguntei o nome dele, ele disse não interessa. Tentei explicar para ele, mas também disse que não se interessava e que ia multar. Pedi a ele para não multar, mas depois falei tudo bem, faz o seu trabalho, mas preciso do seu nome, respondeu novamente: 'não interessa'. A filha da senhora tentou explicar, ele também disse 'não interessa' para a menina”.

O motorista afirma ainda que o guarda solicitou os documentos pessoais do motorista e aplicou duas multas. “Ele aplicou duas multas, uma por estar ali estacionado e outra por desobediência. Isso porque eu fui receber da filha da senhora pela corrida. Eu queria apenas ser tratado com educação e isso não aconteceu. Ele ficou bravo. Depois eu tentei saber o nome dele por outra guarda municipal que prestava plantão com ele, mas ela também não quis dizer”.

Eduardo diz que procurou uma advogada e foi informado que outros três condutores já teriam sofrido o mesmo problema. “A doutora disse que três pessoas foram reclamar do mesmo guarda. Que ele estava bravo por estar ali, porque ele é guarda de rua e foi transferido ali para cumprir férias e ficou bravo, agora está multando todo mundo”.

Conforme Eduardo, o guarda fica escondido atrás de uma edícula, aguardando os motoristas deixarem veículos estacionados para aplicar multas. “Eu tentei ligar dez vezes na corregedoria da guarda, mas ninguém atende ao telefone”.

Prefeitura

TopMídiaNews entrou em contato com a prefeitura, mas até o fechamento desta matéria, nenhuma resposta foi encaminhada.