Menu
Busca quarta, 08 de abril de 2020
ALMS 23/03 A 21/04
Polícia

Motorista de aplicativo que apanhou de passageiros bêbados teve 6 dentes quebrados

A UMA emitiu uma nota pedindo ajuda financeira para o trabalhador

27 fevereiro 2020 - 07h00Por Dany Nascimento

O motorista de aplicativo Pablo da Gama, que foi espancado durante uma corrida para o bairro Tiradentes, em Campo Grande, na última semana, afirma que perdeu dias de trabalho devido as lesões que sofreu e quer ver os agressores atrás das grades.

Pablo conta que recebeu o chamado de corrida em uma casa de shows no bairro Chácara Cachoeira e os dois passageiros apresentavam visível estado de embriaguez. Ao iniciar a corrida, o motorista percebeu que um dos homens estava passando mal e disse que era só falar que ele estacionava o carro.

Mesmo com a orientação, o passageiro acabou vomitando dentro do veículo. O condutor parou o carro e pediu para que ele descesse. Segundo o motorista, o passageiro ficou irritado e disse que poderia fazer o que quisesse dentro do veículo, já que estava pagando a corrida.

“Eu falei que não era dessa forma, falei para ele que estava disposto a ajudá-lo porque vi que não estava bem, falei que parava o carro. Quando ele vomitou, eu só falei para ele descer porque estava passando mal, fui educado com ele, ele gritou e xingou dentro do carro, falando que ele poderia fazer o que quisesse. Depois eu desci do carro, entramos em vias de fato e eu apanhei dos dois. Eles quebraram seis dentes meus, tive lesões no rosto, não consegui trabalhar durante todo o Carnaval por culpa deles”, relata.

Pablo é casado e tem um filho de quatro anos. “Eu deixei de gerar renda para o sustento da minha família por duas pessoas que queriam arruaça. E ainda tenho ouvido que eu agi errado de pedir para ele descer, que eu teria que ouvir insultos e me calar. As pessoas querem dizer que eu estava errado, errado de ter sido educado com eles e de tentar ajudar, foi por isso que eu apanhei”.

Nota Oficial

A União dos Motoristas de Aplicativo de Campo Grande emitiu uma nota oficial pedindo colaboração das pessoas para ajudar o trabalhador. Segundo a nota, o motorista vai precisar de remédios, terá gastos com o conserto do veículo e vai precisar de uma clínica para fazer tratamento dentário. 

Segue abaixo a conta para quem puder ajudar Pablo

Caixa econômica federal

Poupança

Cláudia Alonso Barboza

Ag. 1979

Operação 013

Conta 00024852-3

CPF 95948120015

Leia Também

Marquinhos lamenta desrespeito nos ônibus e Consórcio garante: 'só passageiros sentados'
Cidade Morena
Marquinhos lamenta desrespeito nos ônibus e Consórcio garante: 'só passageiros sentados'
'Tá tudo certo entre nós. Parabéns ao ministro', diz Bolsonaro após reunião com Mandetta
Geral
'Tá tudo certo entre nós. Parabéns ao ministro', diz Bolsonaro após reunião com Mandetta
TAPA NO VISUAL: salões de beleza vão reabrir, mas com regras, anuncia Marquinhos Trad
Cidade Morena
TAPA NO VISUAL: salões de beleza vão reabrir, mas com regras, anuncia Marquinhos Trad
Brasil tem 800 mortes e 15.927 casos confirmados de coronavírus
Saúde
Brasil tem 800 mortes e 15.927 casos confirmados de coronavírus