Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Polícia

Mulher é espancada; suspeito diz que ela precisava de banho e não de médico

A vítima foi cruelmente espancada com socos, chutes, garrafadas, marteladas e vassouradas

12 novembro 2018 - 10h29Por Anna Gomes

Jone Ferreira Coelho, 33, conhecido como ‘Boy’ foi preso pela polícia após espancar a sua namorada, de 45 anos, com chutes, socos, garrafadas, marteladas e vassouradas. Durante a audiência de custódia que aconteceu nesta manhã de segunda-feira (12), o homem negou o crime e disse que chamaria o socorro, mas preferiu dar um banho na vítima primeiro.

Segundo os registros, a polícia foi acionada para ir até a casa do casal, localizada na Rua Brasília, no Jardim Imã. No local, Jone resistiu à prisão e os militares precisaram algemá-lo. Quando os policiais entraram na residência, encontraram a vítima muito ferida e totalmente debilitada.

A mulher foi agredida com socos, chutes, golpes de martelo, garrafadas e Jone ainda chegou a quebrar um cabo de vassoura na namorada. A vítima só conseguiu sobreviver graças a rápida ação da polícia.

A vítima foi socorrida e levada pelo Corpo de Bombeiros até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida. Ela continua internada e sem previsão de alta médica.

Depoimento de Boy

Durante seu depoimento, Boy disse que tem um relacionamento amoroso com a vítima há cerca de três meses. Mesmo resistindo a prisão no dia do crime, hoje, ele alega não ter participação na tentativa de feminicídio. Jone falou que sua mulher já chegou ferida na residência após brigar com algumas colegas na rua.

Quando interrogado o motivo dele não chamado o Corpo de Bombeiros, ele tentou se defender dizendo que preferiu primeiro dar um banho na vítima. A desculpa dita por ‘Boy’ parece que não convenceu as autoridades e ele continua preso.

Jone já possui passagens por vários crimes, incluindo violência doméstica e receptação.