SOLURB JULHO 4

quinta, 18 de julho de 2024

Busca

quinta, 18 de julho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Polícia

há 1 mês

Mulher grita por socorro, é vista sangrando e some ao entrar em caminhonete no Noroeste

Testemunha ouviu a vítima dizer que o homem que estava junto a mataria; caso está sendo investigado pela Polícia Civil como tentativa de feminicídio

Grito de socorro e o desaparecimento repentino ao entrar à força em uma caminhonete, conduzida por um homem, fizeram investigadores e delegada da 3° Delegacia de Polícia Civil, iniciarem uma investigação sobre uma possível tentativa de feminicídio que aconteceu no final da manhã desta segunda-feira (17), no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

A polícia tomou conhecimento da situação após uma denúncia de disparo de arma de fogo ser relatada a central de ocorrências. Logo a equipe se deslocou até a rua Bananal com Andrade Neves e nas primeiras movimentações, encontraram duas cápsulas de calibre 9 milímetros e outros dois projéteis.

Segundo consta no boletim de ocorrência, uma testemunha afirmou para a polícia que viu um casal bem vestido discutindo ao lado de uma caminhonete Chevrolet S-10, de cor branca e cabine dupla, onde ouviu diversos tiros e notou que o homem passou a agredir a mulher, colocando dentro do veículo à força e saindo pela rua Andrade Neves no sentido a rua Vaz de Caminha.

Durante a diligência, a equipe da delegacia percorreu o caminho e na mesma rua, mas com a esquina com a rua Senador Vergueiro, encontrou outra testemunha, que afirmou que viu a vítima no banco do carona pedindo por socorro, com o rosto todo ensanguentado e dizendo a frase: "socorro, ele vai me matar", se referindo ao homem que estava com ela.

Nas imagens de câmera de segurança cedida para a polícia, eles verificaram que a caminhonete entrou na rua Pinhal. As diligências continuaram e uma casa com câmera foi visualizada na rua Ataúlfo Paiva, onde novamente puderam notar a caminhonete passando no sentido a rua Bananal e desaparecendo.

Todas as imagens vistas foram apreendidas e servirão para investigação.

O caso foi registrado como disparo de arma de fogo e tentativa de feminicídio.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO