TCE MAIO
(67) 99826-0686
Camara Maio

Mulher não vende lingerie e é ameaçada de levar um tiro na nuca

Os filhos da vítima também sofreram ameaças

18 NOV 2016
Anna Gomes
07h48min
Foto: Geovanni Gomes/Arquivo

Uma mulher de 22 anos disse estar sendo ameaçada por não conseguir vender algumas lingeries. A vítima explica que é vendedora e que o representante dos produtos a ameaçou de morte. O fato aconteceu na tarde de ontem (17), cidade de Aquidauana, distante aproximadamente 130 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o registro policial, a mulher relatou que fez um acordo com o representante das peças íntimas, identificado apenas como Geraldo, o tal combinado a vítima teria que vender as lingeries ganhando uma porcentagem nas vendas.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, a mulher encontraria o representante no último dia 14 deste mês, mas ela não conseguiu vender todos os produtos. Quando ela relatou que faltava negociar algumas peças, o representante passou a ameaçá-la dizendo: ''Se você não tiver o dinheiro todo ate quarta-feira, vou entrar na sua casa vou quebrar tudo e dar um pipoca na sua nuca e vou matar seus filhos".

A única informação do suposto autor é que o mesmo dirigi um Fiat Doblo, cinza e que veio do estado de São Paulo. O caso foi registrado como ameaça na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana. 

Veja também