tce agosto
Menu
quarta, 12 de agosto de 2020
Polícia

Namorado tortura mãe e enteada de dois anos no Jardim Bálsamo

Mostruosidade

30 outubro 2013 - 13h00Por Carlos Guessy

O crime que chocou os campo-grandenses e até mesmo a polícia, parece filme de terror, mas é pura realidade. O principal suspeito foi identificado como Jones Alberto Gomes Correa, 21 anos. "Ele alegou estar irritado com os constantes choros da bebê, por isso cometia as torturas contra a menina de 2 anos e 4 meses, além da mãe da criança", revelou o delegado DPCA, Paulo Sérgio Lauretto, responsável pelas investigações.

Para maltratar a bebê, Jones chegou a colocá-la dentro da máquina de lavar com água e ligar o eletrodoméstico, para desespero da mãe que assistiu a cena sem poder defender a filha.

O delegado disse que a jovem está muito fragilizada com tudo que aconteceu. "A mãe sofreu espancamentos e até uma facada na mão. As cenas de sofrimento começaram quando ela foi para a casa do namorado na última terça-feira (22) e levou a bebê.

Já no outro dia ele começou a se incomodar com as bagunças da criança e iniciou as agressões. “Foi quando a mãe disse que iria embora e ele a ameaçou de morte. Na sexta, a menina falou que conseguiu convencer ele a deixar a criança com a mãe, quando ela não o denunciou por medo. No domingo, porém, enviou a mensagem a um amigo e o crime foi descoberto”, disse Lauretto.

A tortura e as agressões são reincidentes no caso do suspeito Jones. Segundo o delegado, quando adolescente, o jovem de 21 anos cometeu duas infrações semelhantes, porém contra familiares.

“A menina estava visivelmente machucada, com lesões nos braços, pernas e até na testa. Ao ver a neta naquela situação, a avó a levou para um posto de saúde e foi orientada para registrar imediatamente um boletim de ocorrência”, explicou o delegado da Dpca.

A bebê foi examinada e foi descartada a violência sexual. O homem foi preso por manter a mãe em cárcere privado e vai ser indiciado por tortura e cárcere privado.

O rapaz está preso na Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos) e será levado para a DPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente) para prestar esclarecimentos. A Polícia Civil espera que em 10 dias o inquérito esteja concluído.

Leia Também

Foto de entregadora de aplicativo com as filhas no colo comove redes sociais
Geral
Foto de entregadora de aplicativo com as filhas no colo comove redes sociais
Bolsonaro confirma visita a Corumbá no dia 18, primeira vez como presidente
Cidades
Bolsonaro confirma visita a Corumbá no dia 18, primeira vez como presidente
Marquinhos altera decreto e Lei Seca começa a valer nesta quarta-feira
Cidade Morena
Marquinhos altera decreto e Lei Seca começa a valer nesta quarta-feira
Atlético-GO tem quatro jogadores com covid e vai desfalcado contra o Flamengo
Geral
Atlético-GO tem quatro jogadores com covid e vai desfalcado contra o Flamengo