(67) 99826-0686

Violência: número de assassinatos aumenta em Campo Grande, mas cai no interior

Em relação ao ano passado, Capital teve cinco mortos a mais em 2016

20 NOV 2016
Anna Gomes
09h30min
Foto: Geovanni Gomes/Arquivo

Em 2016, o número de homicídios dolosos, ou seja, quando existe a intenção de matar, aumentou em Campo Grande. Segundo dados da Sejusp (Secretaria do Estado de Justiça e Segurança Pública), de janeiro até agora, foram contabilizados 111 óbitos na Capital até esta semana, contra 106 no mesmo período do ano passado.

Já no interior do Estado, o número do crime diminuiu. De janeiro a novembro de 2015 foram 367 mortes e, no mesmo período deste ano, houve uma considerável queda, para 333 óbitos até então.

O contrário aconteceu com os crimes de homicídio culposo, aquele que não existe a intenção de matar. Na Capital, o número registrado em 2016 é o mesmo do ano passado onde foram registradas três mortes. No interior o número subiu de sete para dez neste ano.

Ainda conforme a Sejusp, as tentativas de homicídios caíram drasticamente em relação ao ano passado. Em Campo Grande foram registrados 227 casos e no interior, 631. Já de janeiro a novembro deste ano, foram 182 na Capital e 465 no interior.

 O crime de violência doméstica também caiu, em 2016 a Capital registrou 1.400 casos, no interior 3.104. Em 2015, no mesmo período, Campo Grande havia contabilizado 1.634 registros e a soma das outras cidades de MS totalizou 3.522.

De acordo com a Sejusp o crime de abandono de incapaz na Capital, teve o mesmo número em relação ao ano passado quando foram somados 41 casos. No interior esse número caiu em 2016, já que foram registrados 147 casos e 197 no ano anterior. 

Veja também