Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
Polícia

Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada de 9 anos

Ele dopava a criança antes de cometer os abusos, segundo a polícia

25 janeiro 2020 - 08h36Por Nathalia Pelzl

Um homem, que não teve a identidade divulgada, foi preso suspeito de dopar e abusar sexualmente da enteada, 9 anos, em Ivinhema.

Conforme informações da Polícia Civil, o suspeito, que trabalhava na área da saúde, colocava sedativo no leite consumido pela menina para praticar os atos sexuais com ela.

Ele foi preso na última quinta-feira (23). O caso chegou a polícia, após a menina ser atendida em uma unidade de saúde e o médico constatar que a criança tinha lesões na parte íntima.

Questionada, a criança reclamou muito de dores nas partes íntimas e informou que havia sido abusada várias vezes pelo padrasto, o qual considerava como pai.

O Conselho Tutelar foi acionado e, por sua vez, encaminhou o caso ao conhecimento da Polícia Civil.

Durante depoimento, a criança, que estava acompanhada pela avó, disse que possui uma irmã que é filha biológica do suspeito, sendo que sempre que a irmã dormia na residência do pai, a vítima a acompanhava, ocasião em que os abusos aconteciam.

A avó disse ter suspeitado inicialmente que a criança estivesse com infecção urinária, mas foi informada pela criança dos abusos.

A vítima foi encaminhada para a realização de exame pericial, bem como para a contracepção de emergência e prevenção de possíveis doenças sexualmente transmissíveis.

Diante das informações, a delegada responsável pelo caso, Gabriela Ribeiro de Souza e Violin, representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi decretada pelo juiz de Direito da 2ª Vara da Comarca de Ivinhema, conforme o site Ivi Notícias.