Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

Pai tenta penhorar bebê de 7 meses e caso acaba na delegacia

Ao constatar que o bebê estava bem, a polícia decidiu, porém, não abrir queixa contra o pai

11 maio 2019 - 07h43Por Da redação/Meia Hora

"Tem pouco uso, apenas sete meses e meio. Quanto acha que vale?", perguntou um homem ao oferecer seu bebê em uma loja de penhores na Flórida, Estados Unidos. Era uma pegadinha, mas o comerciante não achou graça e chamou a polícia. Brian Slocum, 43 anos, entrou em uma loja de penhores em Sarasota, na costa oeste da Flórida, apoiou o bebê no balcão e fez a pergunta curiosa, de acordo com o vídeo de segurança divulgado pela polícia.

"Ele parecia sério a respeito, mostrava o bebê e perguntava se podia empenhá-lo", contou o negociante, Richard Jordan, ao canal local da rede de televisão NBC. Quando Slocum foi embora, Jordan chamou a polícia, que também levou o caso a sério. "Os detetives seguiram várias pistas até identificar Slocum, com o objetivo principal de garantir a segurança da criança", informou a polícia de Sarasota.

Só que, na verdade, o pai solteiro do bebê de 7 meses, chamado Caden, era conhecido por postar vídeos humorísticos em seu Snapchat. "Só que a polícia não achou a menor graça, porque eles gastaram muitos recursos, tempo e dinheiro nisso", lamentou Slocum. Ao constatar que o bebê estava bem, a polícia decidiu, porém, não abrir queixa contra o pai de humor duvidável.

Leia Também

Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Cidade Morena
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Entrevistas
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar