TJMS JANEIRO
Menu
sexta, 21 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Perseguição policial acaba em acidente e morte em Campo Grande

07 outubro 2015 - 10h45Por Izabela Sanchez e Mariana Anunciação

Uma perseguição policial, envolvendo militares do 10º batalhão da PM, resultou na morte de um homem na manhã desta quarta-feira (7). Segundo as informações da polícia, que fazia patrulha na Avenida Guaicurus, a vítima pilotava uma moto YBR Factor, de cor preta. A dupla tentou fugir logo que viu os policiais.

A perseguição percorreu cerca de um quilômetro e meio, e os policiais afirmam terem pedido diversas vezes para que o condutor parasse a moto. Quando a moto atingiu a Rua Ronaldo de Carvalho, ao pegar um contorno na contramão, bateu em outra moto, uma Bis vermelha. Condutor e passageiro caíram ao chão. Logo em seguida, um carro atingiu o condutor da moto, que faleceu. O motorista do carro fugiu do local.

Tânia felix, 48 anos, pilotava a Bis vermelha. Ela contou que o acidente aconteceu muito rápido. “Os policiais estavam perseguindo, então, com certeza a moto estava em alta velocidade. Ele bateu primeiro na guia e depois bateu em mim. Não vi, porque fiquei caída no chão, mas disseram que o carro bateu nele depois”.

O passageiro da moto é um adolescente de 16 anos, que tentou fugir após o acidente, mas foi localizado e apreendido pelos policiais, apenas com escoriações. O condutor não portava documentos, e a polícia não sabe se ele morreu ao colidir com a moto ou no momento em que foi atingido pelo carro.

Adjunto da Depac Piratininga, o delegado Gomides Ferreira dos Santos, afirmou que as informações serão investigadas pela 5ª Delegacia de Polícia. “Vão verificar câmeras de segurança de um posto de gasolina para descobrir quem era o motorista do carro. Se ele for encontrado, provavelmente será indiciado por homicídio culposo”, disse. Ele também afirmou que o adolescente identificou o condutor pelo nome "Pablo".

O adolescente ainda afirmou que a dupla realizava roubos, e que o condutor da moto possuía um mandado de prisão em aberto, motivo que, de acordo com ele, resultou na fuga. Há suspeita de que a moto conduzida seja produto de furto ou roubo.