TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 19 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
PREFEITURA AGOSTO 2022 4
PREFEITURA AGOSTO 2022 2
PREFEITURA AGOSTO 2022 2
Polícia

Picolezeiro se masturba em público, diz ter problema psiquiátrico, mas não sabe qual

Ele passa por audiência de custódia na manhã desta quarta-feira

24 abril 2019 - 10h41Por Anna Gomes

O vendedor de picolés Marco Antônio Correa, 45 anos, preso ontem (23) pelo crime de importunação sexual, passa por audiência de custódia na manhã desta quarta-feira (24), no Fórum de Campo Grande.

No depoimento, após ser detido por se masturbar em público, ele diz ter problema psiquiátrico, mas não sabe informar maiores detalhes sobre o suposto ‘distúrbio mental’.

Conforme o histórico da ocorrência, uma mulher de 37 anos acionou a Guarda Municipal Metropolitana após estar na SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) aguardando atendimento e ter sido importunada pelo homem.

A vítima conta que, por volta das 11h, Marco se aproximou e disse: ‘você é muito bonita, se eu tivesse uma mulher assim eu daria valor’. Em seguida, o homem passou a se masturbar e a ficar ofegante. Com medo, a mulher ligou para o 180 e realizou uma denúncia.

Os guardas foram ao local e prenderam Marco em flagrante.

Depoimento

Na manhã de hoje, Marco alegou trabalhar como picolezeiro. Ele disse que tem três filhos, todos menores de idade e que já possui várias passagens pela polícia.

Quando questionado sobre o crime, o suspeito diz que realmente elogiou a vítima, mas negou ter se masturbado, dizendo que estava ‘coçando o órgão genital’.

Marco ainda ressaltou ter problemas psiquiátricos, mas não soube informar maiores detalhes.

(Ligue 180 e denuncie violência contra mulher).