Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Polícia

PM ficará de prontidão para evitar atos ilícitos em 'Rolezinhos'

Manifestação

16 janeiro 2014 - 11h26Por Ana Rita Chagas

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul já preparou efetivo para acompanhar o movimento denominado "Rolezinho", que tomou grande dimensão após ser propagado em redes sociais.

De acordo com o comandante-geral da PM em exercício, coronel Guilherme Gonçalves caso haja o movimento em algum shopping da Capital, a PM atuará preventivamente para garantir a segurança da população. “A Agência Central de Inteligência está acompanhando as publicações nas redes sociais e a Polícia Militar está preparada para interferir caso haja violação da lei” disse o coronel.

Movimento - O movimento denominado 'Rolezinhos' iniciou em São Paulo causando alvoroço  após um juiz ter concedido uma liminar autorizando uma multa de R$ 10 mil para jovens da periferia da cidade comparecerem em bando a shopping centers.

Em função disso, jovens campo-grandenses se mobilizam pela internet para organizar um "Rolezinho" no shopping Campo Grande, no dia 26 de janeiro, às 16h20. Por meio do Facebook, os jovens da Capital afirmam que o acontecimento em São Paulo é um "Apartheid brasileiro", que defende somente o lado dos lojistas e criminaliza as pessoas da periferia e negros que organizam os "rolezinhos". 

Leia Também

Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Interior
Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Na Lata
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Cidade Morena
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde
Geral
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde