TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Polícia

PMA autua 17, aplica R$ 18,3 mil em multas e apreende 4 km de redes

28 março 2016 - 08h41Por Da redação

A Polícia Militar Ambiental realizou, das 8h de quarta-feira (23) às 08h desta segunda-feira (28), a Operação Semana Santa, que teve um efetivo de 320 homens. O foco da fiscalização foi a prevenção da pesca predatória, por conta do número de turistas aumentar nos rios neste período, especialmente, devido a tradição religiosa de se comer carne de peixe durante a semana santa.

A operação teve barreiras e combate ao desmatamento, poluição, extração ilegal de madeira, carvoarias irregulares e outros crimes ambientais contra a flora e fauna, além de visitas preventivas às propriedades rurais. Equipes da sede, em Campo Grande, trabalharam itinerantes, em fiscalização no rio Paraguai, Anhanduí, Pardo, Aquidauana, Miranda, Piquiri, Correntes e Taquari.

As ações resultaram na autuação de 17 pessoas, com exceção de dois presos por tráfico de drogas e uma autuação por desmatamento ilegal e uma por poluição, devido a lançamento de esgotos, todas as infrações foram relativas à pesca.  Dos 14 autuados por pela infração de pesca ilegal, três pessoas foram presas por pesca predatória e 12 foram autuadas por pescar sem licença, o que não é crime, mas consiste em infração administrativa.

Os números de autuados foram menores do que na operação passada, que teve 26 pessoas autuadas. A quantidade de pescado apreendida, no entanto, foi mais do que o triplo da operação passada. Foram 163 quilos, contra 50 quilos da operação passada. Dos 162 quilos contados como apreendidos, 121 kg estavam presos a petrechos ilegais do tipo redes de pesca, anzóis de galho e espinheis e, por estarem vivos, foram soltos nos rios.