Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
MS DIGITAL - COMPET
Polícia

PMA autua três empresas em R$ 20,6 mil em operação

Uma carreta bitrem e dois caminhões, que traziam a madeira da região Amazônica estavam com o documento irregular

18 setembro 2016 - 15h45

Policiais Militares Ambientais de Costa Rica realizaram fiscalização em operação conjunta com o Grupamento Tático de Operações (GTO), iniciada no dia (15) e encerrada hoje (18) pela manhã, pela rodovia MS 306, principalmente no entroncamento com a rodovia BR 395 e apreenderam três veículos com cargas de madeira serrada transportadas ilegalmente.

Uma carreta bitrem e dois caminhões, que traziam a madeira da região Amazônica estavam com o Documento de Origem Florestal (DOF) irregular. No documento não constava o Estado de Mato Grosso do Sul como itinerário, o que é proibido e se caracteriza como crime. Essa exigência no documento ambiental de transporte serve para evitar que se retirem madeiras ilegais de outros locais com o mesmo documento.

Os veículos e as cargas de madeira pertencentes respectivamente a uma empresa do Estado do Mato Grosso (MT), do Estado de Rondônia (RO) e do Estado do Pará foram apreendidas. As empresas infratoras foram autuadas administrativamente e multadas respectivamente em R$ 11.769,00; R$ 4.500,00 e R$ 4.390,00, conforme a quantidade de madeira ilegal transportada. O material apreendido e os veículos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica. Os responsáveis pelas empresas responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Leia Também

Mesmo no frio 49, pessoas são flagradas infringindo Toque de Recolher na Capital
Polícia
Mesmo no frio 49, pessoas são flagradas infringindo Toque de Recolher na Capital
"Estamos destroçados", diz família após encontrar corpo de jovem na esquina da casa onde morava
Cidades
"Estamos destroçados", diz família após encontrar corpo de jovem na esquina da casa onde morava
Bolsonaro veta uso de máscara obrigatória no comércio e templos
Geral
Bolsonaro veta uso de máscara obrigatória no comércio e templos
Após servidor testar positivo pra covid-19, Depac Cepol passa por descontaminação
Cidade Morena
Após servidor testar positivo pra covid-19, Depac Cepol passa por descontaminação