Menu
quarta, 28 de outubro de 2020
Polícia

Polícia monta esquema e consegue diminuir violência em MS

Meta

18 fevereiro 2014 - 07h20Por Aline Oliveira

A Polícia de Mato Grosso do Sul, por conta dos antigos autos indíces de violência no Estado, realizou um planejamento juntamente com equipes especializadas do Governo e traçou um mapa de ações para reduzir em, no mínimo, 8% os crimes e a violência. Os números divulgados recentemente provam que a segurança pública conseguiu cumprir seus objetivos.

Crimes com resultado morte por exemplo, nos quais estão incluídos homicídios dolosos, homicídios culposos no trânsito, lesão corporal seguida de morte e roubo seguido de morte tiveram redução significativa no último ano. Dados da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) apontam que em todo o Estado no ano de 2012 foram registrados 1.054 crimes com resultado morte, tendo esse número caído para 937 em 2013, uma redução de 11,1%. 

Em Campo Grande essa redução foi ainda maior e atingiu 16,5%. Em 2012 a Capital registrou 242 crimes com resultado morte, tendo o número caído para 202 em 2013.

Assassinatos - Em 2012 foram registrados em todo o Estado 561 homicídis dolosos, já em 2013 esse número caiu para 505, uma redução de 10%. Na Capital foram registrados menos 20,3% de homicídios no período, já que foram 133 em 2012 e 106 em 2013.

Apesar de muitas mortes ainda serem registradas diariamente no trânsito, os números mostram que houve uma redução significativa nesse tipo de delito. Foram 12,5% menos acidentes com vítimas fatais de 2012 para 2013, caindo de 448 para 392 mortes no trânsito. Em Campo Grande a redução foi de 7,2%, caindo de 97 para 90 o número de acidentes com vítimas fatais.

Números em queda bastante expressivos são também os relacionados ao crime de lesão corporal seguida de morte. No Estado inteiro a redução foi de 11,1%, caindo de 18 em 2012 para 16 em 2013. Já Campo Grande registrou uma diminuição de 60% neste tipo de delito. 

Leia Também

Bêbado: advogado que matou PM no trânsito ganha liberdade em Campo Grande
Cidade Morena
Bêbado: advogado que matou PM no trânsito ganha liberdade em Campo Grande
Mulher esfaqueada ao defender amiga atacada pelo marido segue internada na Santa Casa
Interior
Mulher esfaqueada ao defender amiga atacada pelo marido segue internada na Santa Casa
Chamou pelo nome: usuário de cocaína atira contra morador e vai preso em Coxim
Interior
Chamou pelo nome: usuário de cocaína atira contra morador e vai preso em Coxim
Bolsonaro desiste de decreto que sugeria privatização do SUS
Geral
Bolsonaro desiste de decreto que sugeria privatização do SUS