TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Polícia

Polícia prende suspeito de matar e colocar fogo em homem encontrado no lixão

Outro homem envolvido no crime ainda está foragido

09 março 2017 - 11h00Por Anna Gomes
Polícia prende suspeito de matar e colocar fogo em homem encontrado no lixão

O corpo carbonizado encontrado no último dia 27 de fevereiro no aterro sanitário, no Jardim Noroeste, em Campo Grande, seria de Leandro de Oliveira de 27 anos. Durante uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira (9), o delegado Geraldo Marim da 3ª Delegacia de Polícia Civil da Capital apresentou um dos suspeitos de cometer o crime, identificado como Tiago Maurício de Andrade, de 27 anos.

Ainda segundo o delegado, ontem (8), após uma denúncia anônima, os policiais foram até a casa, próximo onde o corpo foi encontrado. A residência seria um barraco que pertence a um dos suspeitos, identificado como Luciano de Amorim Ribeiro, mas ele não estava. No lugar, estavam seis pessoas, praticamente todas com passagens policiais. A polícia fez identificação de cada um que estava na casa e Tiago teria confessado ter participação no homicídio contra Leandro.

(Uma das pedras usadas para matar Leandro. Foto: André de Abreu)

Tiago disse que a morte foi devido a uma rixa antiga, e destacou que a vítima foi morta com socos, chutes e pedradas. Após os suspeitos verificarem que Leandro estava morto, resolveram colocar o corpo embaixo de pneus e colchões, em seguida os supostos autores atearam fogo.


O corpo foi encontrado por uma catadora de lixo e Luciano ainda está foragido. A vítima e os suspeitos já possuíam passagens policiais. Mesmo com Tiago dizendo que tudo se tratava de uma rixa, a polícia também não descarta a possibilidade da morte ter outra causa envolvendo traições e até facções criminosas.