Menu
segunda, 20 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Polícia

Dono de touro que atacou pedestres na Guaicurus perde prazo e será investigado pela polícia

Proprietário deveria ter se apresentado até 12 dias após o incidente com o animal

02 março 2020 - 19h00Por Dany Nascimento

O touro que causou tumulto e feriu duas pessoas na Avenida Gury Marques, com Avenida Guaicurus, continua recolhido no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), em Campo Grande.

De acordo com a prefeitura, a polícia investiga o caso e tenta identificar o proprietário do animal através da marca que ele possui no couro.

Até a conclusão das investigações, ele continua no CCZ. A prefeitura deu um prazo de 12 dias para o homem se identificar e fazer o recolhimento do animal, mas ele não apareceu.

No dia da confusão, o Corpo de Bombeiros confirmou que ele esteve no local, mas ao tomar conhecimento de que o animal feriu duas pessoas e danificou duas viaturas, uma da Polícia Miliar e outra do Corpo de Bombeiros, foi embora.

Caso apareça para retirar o animal, ele deverá pagar uma guia referente aos custos do resgate do animal, no valor de R$ 46,60, e um auto de infração por manter o animal em via pública, que varia de R$ 100 a R$ 15 mil, podendo ser maior dependendo da gravidade do caso.

Se a polícia não conseguir identificar o dono, o touro será doado para entidades sem fins lucrativos, como já aconteceu em outras situações, onde o animal foi doado à UFMS e Fazenda Escola, segundo a prefeitura.