(67) 99826-0686

Policial coreano que matou empresário era expert em tiro profissional até de fuzil

Ricardo Hyun Su Moon participo de vários compeonatos de tiros

2 JAN 2017
Kerolyn Araújo
17h00min
Foto: Campo Grande News

O policial rodoviário federal Ricardo Hyun Su Moon, 46 anos, que matou o empresário campo-grandense Adriano Correia do Nascimento, 33 anos, durante uma briga de trânsito no último sábado (31), participava de competições de tiros e tinha muita facilidade manusear armas. Ele era um verdadeiro expert em armas de fogo.

Conforme apurado pelo TopMídiaNews, Ricardo já participou de vários campeonatos pela Federação Brasileira de Tiro Defensivo (CBTD). Em 2013, o policial conquistou o 8° lugar  na categoria 'Hard Pistol'. Em uma outra competição, o policial ficou em 5° lugar na mesma categoria, além de ter participado de competições de tiros de fuzil.

Solto pela Justiça

Apesar de ter confessado o assassinado do empresário e ter sido autuado em flagrante por homicídio na tarde de sábado (31), a Justiça concedeu ao policial o pedido de liberdade provisória na noite de ontem (1°) sob restrições, como o afastamento do cargo, proibição de portar arma de fogo e de se ausentar do Brasil, além de recolhimento noturno domiciliar. Ricardo estava detido em uma das celas do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros).

(Foto: Luis Vilela)

O caso

Conforme o delegado João Eduardo Santana Davanço, Ricardo se apresentou à polícia após o crime e alegou que atirou sete vezes contra Adriano em legítima defesa. Após prestar depoimento de quase duas horas, o policial foi autuado em flagrante e preso,

O motivo do assassinato seria uma briga de trânsito, onde Adriano teria 'fechado' o carro onde o policial estava. Testemunhas disseram que a vítima chegou a pedir desculpas ao policial, mas foi brutalmente atacado sem chance de defesa. Um adolescente de 17 anos que estava com a vítima no momento do crime, foi baleado na perna.

 

 

Veja também