TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Polícia

Policial federal que matou jovem atropelado deve se apresentar à polícia nessa quinta

Agente não prestou socorro às vítimas e fugiu do local

15 março 2017 - 16h25Por Thiago de Souza

O policial federal suspeito de atropelar e matar o adolescente Everton da Silva Pessoa,17, na madrugada de segunda-feira (13), na Avenida Campo Grande, centro de Naviraí, prometeu se apresentar à polícia nessa quinta-feira (16). O agente feriu outros três amigos da vítima e não teria prestado socorro a nenhum deles. 

Conforme o site Tanamídianavirai, o suspeito, que não teve a identidade revelada, seria escrivão da PF no Rio de Janeiro e estava na cidade a trabalho. Ele vai se apresentar junto com o advogado. O carro, um Astra preto, já foi periciado pela polícia. 

O caso foi registrado na delegacia de Polícia de Naviraí como homicídio culposo na direção de veículo automotor e lesão corporal dolosa na direção de veículo automotor. 

Atropelamento

Um grupo de cinco jovens saía de um show, na madrugada de segunda-feira, em Naviraí. Dois deles seguiam a pé pela calçada da Avenida Campo Grande, porém, outros três que estavam na via foram atropelados pelo policial federal, que não prestou socorro e fugiu do local. 

Os feridos foram atendidos pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu, e levados para a Santa Casa de Naviraí. Além de Everton, que morreu, Bianca Pessoa de Oliveira,18, foi socorrida em estado grave e está internada até agora. A terceira pessoa atingida sofreu escoriações e reclamava de dor no pé esquerdo. 

A Polícia Militar esteve no local e recolheu um retrovisor caído na rua e que seria do carro do policial federal. 

A PF instaurou procedimento administrativo interno para apurar a responsabilidade do policial no acidente, além de eventuais infrações administrativas, já que há suspeitas que ele estaria usando a viatura da corporação sem autorização.