(67) 99826-0686
REFIS FEV.

Possível irmão de homem que morreu após ser amarrado e queimado é intimado pela polícia

Vítima ainda não foi identificada, mas gritava o nome do rapaz antes de falecer com 80% do corpo queimado

11 SET 2016
Amanda Amaral
15h29min
Delegado Emilton Zala Foto: Geovanni Gomes/Arquivo

O possível irmão de um homem que morreu com queimaduras por todo o corpo na madrugada deste domingo (11), em Campo Grande, compareceu à delegacia na tentativa de reconhecer a vítima através de fotos e, assim, tentar confirmar sua identidade à Polícia Civil. Contudo, o rapaz deve ver o corpo no IML (Instituto Médico Legal), para assegurar a veracidade da ligação. O caso aconteceu no Jardim Noroeste, na Rua EW1, extensão da Rua Martin de Sá.

Instantes antes de morrer, o homem de aparentemente 45 anos, seminu, gritava pelo nome do rapaz, ‘Vagner’, conforme a testemunha, um caseiro de uma chácara na região que chamou por socorro. Mesmo com o atendimento preliminar do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel), o homem não resistiu aos ferimentos causados em 80% de seu corpo e faleceu antes de chegar à Santa Casa, referência em atendimentos de queimadura.

Conforme o delegado Emilton Zala, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, a equipe de investigação chegou até o suposto irmão através do sistema da polícia. Zala assumiu o caso nesta tarde após o encerramento do plantão do delegado Camilo Kettenhuber Cavalheiro, que primeiro atendeu a ocorrência.

“Sabemos muito pouco até o momento e vamos averiguar se a história de que a vítima teria sofrido um assalto é verídica. O irmão não tem carro, já conseguimos apurar, já mostramos as fotos pra ele, mas qualquer outro detalhe, só teremos pela noite ou amanhã”, disse.

O caseiro da chácara relatou que o homem dizia ter sido assaltado e queimado pelos autores do crime. Segundo o homem, ele teria sido levado ao local ermo em seu próprio carro, um Voyage, onde foi amarrado e queimado. A testemunha também deverá comparecer à delegacia, mas ainda não há confirmação de data e horário. 

Veja também