Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

Jovem preso durante a Operação Raid dizia ser 'matador de policiais' no Facebook

29 abril 2016 - 13h24Por Mariana Anunciação

O jovem conhecido por fazer apologias ao mundo do crime e ostentar dentre suas tatuagens uma que remete ao fato de ser ‘matador de polícia’, Rodrigo Ortega da Silva, 28 anos, foi preso por tráfico de drogas ontem (28), durante Operação Raid (inglês –incursão), na região do Anhanduizinho, em Campo Grande.

Cerca de 70 Policiais do Bope (Batalhão de Operações Especiais), Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) e Força Tática do 10º BPM (Batalhão da Policia Militar) prenderam 10 pessoas e o seu nome ganhou destaque por ser antigo conhecido do meio policial.

Apesar de não haver comprovação que Rodrigo realmente tenha executado policiais, em sua página nas redes sociais, Facebook, havia diversas fotos dizendo que ele era “matador de porcos" com imagens de viaturas atrás.

Ele sempre se referia de forma pejorativa aos policiais e enaltecia o crime. Quando questionado sobre os fatos, Rodrigo tenta argumentar. “Brincadeira, só molecagem. Já tirei a página do ar. As tatuagens também não significam nada, fiz quando era menor”, disse.

Já o tenente coronel do 10° BPM, Emerson de Almeida Resende, contou que é notório e de conhecimento público que suas tatuagens indicam que ele é de alguma facção criminosa e o palhaço significa ‘matador de polícia’. “O flagrante foi por tráfico, também apreendemos um veículo Pálio além de 836 gramas de maconha. Ele já possui diversas passagens, mas não me recordo quais, agora”, contou.