TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
quinta, 02 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

Presos na 2ª fase da Operação Lama Asfáltica são transferidos

10 maio 2016 - 18h30Por Airton Raes

As 15 pessoas detidas provisoriamente durante a segunda fase da Operação Lama Asfáltica nomeada de “Fazendas de Lama” serão transferidas para delegacias da policia civil. A esposa do ex-secretário Edson Giroto, Rachel Rosa de Jesus Portela Giroto, ficará em uma cela especial no Presídio Militar Estadual, por ser advogada.

André Luiz Cance, Edson Giroto, João Amorim, Flávio Henrique Garcia, Wilson Roberto Mariano de Oliveira, Hélio Yudi Komiyama e Evaldo Furrer Matos serão transferidos para a Delegacia de Repressão a Narcóticos. Já Ana Paula Amorim Dolzan, Ana Lúcia Amorim, Renata Amorim Agnoletto, Mariane Mariano de Oliveira, Ana Cristina Pereira da Silva, Maria Vilma Casanova e Elza Cristina Araújo dos Santos para 3ª Delegacia de Polícia Civil.

Cerca de 200 policiais federais, 28 servidores da Controladoria Geral da União e 44 da Receita Federal dão cumprimento a 28 mandados de busca e apreensão e a 15 mandados de prisão temporária, nos municípios de Campo Grande/MS, Rio Negro/MS, Curitiba/PR, Maringá/PR, Presidente Prudente/SP e Tanabi/SP. Também foram cumpridos 24 mandados de sequestro de bens de investigados.



Durante a primeira fase da Operação, cujas investigações iniciaram-se em 2013, foi constatada a existência de um grupo que, por meio de empresas em nome próprio e de terceiros, superfaturaram obras contratadas com a Administração Pública. A organização atuava mediante a prática de corrupção de servidores públicos e fraudes em licitações, ocasionando desvios de recursos públicos.