(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Presos são ameaçados de morte e fazem motim em presídio da Capital

A bagunça aconteceu na volta do banho de sol quando os presos se recusaram a voltar para as celas

15 DEZ 2016
Anna Gomes
08h06min
Foto: Geovanni Gomes/Arquivo

Pelo menos 31 presos participaram de um motim, no final da tarde de ontem (14), no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. Os detentos destacam que estavam sendo ameaçados e reivindicavam transferência.

De acordo com o diretor-presidente da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Airton Stropa, a confusão aconteceu na volta do banho de sol, quando os presos se recusaram a voltar para as celas.

Ainda conforme Stropa, os detentos queriam transferência para um local que fosse considerado 'seguro'. Eles estavam em posse de armas artesanais, mas não houve confronto  com os agentes penitenciários.

Os presos foram transferidos para outro pavilhão. Nesta manhã, os casos serão analisados e a diretoria não descarta a possibilidade do PCC (Primeiro Comando da Capital) estar envolvido nas ameaças.

Ailton ressalta que o que aconteceu não foi uma rebelião ou um motim e sim uma 'crise'. "É normal um preso não se dar bem com outro e precisamos mudar esse detendo até ele se encaixar em um lugar que ele considere seguro", finaliza.

Veja também