TJMS - novembro
Menu
Busca quarta, 20 de novembro de 2019
Polícia

PRF diz que agente estava em serviço quando matou empresário

Corporação se manifestou apenas informando que abriu uma ‘investigação preliminar’ do caso

01 janeiro 2017 - 08h12

O agente Ricardo Hyun Su Moon, 46 anos, estava em serviço quando matou o empresário Adriano Correia do Nascimento, 33 anos, na madrugada deste sábado (31) durante uma briga de trânsito. Pelo menos esta é a versão da Polícia Rodoviária Federal. A arma usada no crime também é da corporação.

O assassinato, por motivo torpe, ocorreu durante a ida de Ricardo ao trabalho, quando trafegava na avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande. O agente da PRF, mesmo encontrado por militares no local do crime, teve um acompanhamento diferenciado (leia aqui).

Já a PRF apenas informou que abriu uma ‘investigação’ preliminar sobre o caso, mas sequer mencionou o nome do agente em nota oficial.

Confira a nota da PRF:

"OCORRÊNCIA ENVOLVENDO POLICIAL

Hoje (31) a Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso do Sul foi informada que por volta das 05h40min, em Campo Grande, um policial rodoviário federal seguia para assumir o serviço com o seu veículo particular, quando se envolveu em uma ocorrência, na avenida Ernesto Geisel, em frente ao Horto Florestal. 

O policial rodoviário federal se apresentou à Polícia Civil acompanhado da Polícia Militar, da PRF e de seu advogado, onde foi lavrado auto de prisão em flagrante em razão da necessidade de serem levantadas todas as circunstâncias da conduta do policial, o qual está à disposição da Justiça.

Uma investigação preliminar foi instaurada em procedimento administrativo para elucidação dos fatos. 

A Polícia Rodoviária Federal atua pela Incolumidade Pública e reitera à sociedade o compromisso com os valores da Transparência e da Responsabilidade Social."