Menu
sábado, 28 de maio de 2022 Campo Grande/MS
TOP MIDIA INSTITUCIONAL SUPER BANNER
Polícia

Professores de aluno que atirou em escola prestam depoimento em delegacia da Capital

Criança foi ouvida por psicólogos dia 25 de outubro

30 outubro 2018 - 16h14Por Nathalia Pelzl

Professores do aluno de 9 anos que entrou armado em um colégio, e atirou acidentalmente no tornozelo, em Campo Grande, no dia 18 deste mês, foram ouvidos pelo delegado responsável pelo caso, Mário Donizete.

Segundo o delegado, os professores relataram o que aconteceu na sala de aula no dia do ocorrido, e ressaltaram que a criança nunca tinha dado problema, sendo tranquila.

“Eles não tinham muito que falar, fizeram o relato. Agora estamos aguardando a entrevista do menino aos psicólogos chegar da Depca (Delegacia Especializada de Pronto Atendimento à Criança e Adolescente), para só então chamar os pais para prestar esclarecimentos”, comentou o delegado.

A criança foi ouvida por psicólogos na Depca no dia 25 de outubro.

O caso

O menino de nove anos entrou armado na escola e teria contado aos colegas que tinha uma pistola na mochila, mas as crianças não teriam 'levado a sério'. Por volta de 16h30, durante a aula de geografia, o aluno teria disparado acidentalmente.

A criança pegou uma arma do pai, que estava trancada dentro de um escritório na residência da família, colocou na lancheira e levou para a escola. O Colégio emitiu nota e lamentou o fato.

A escola destaca ainda que os alunos que presenciaram o ocorrido e todos que sentirem necessidade terão atendimento psicológico. A criança, vítima do disparo, e a família dela vão receber apoio do colégio, assim como a polícia terão todas as informações necessárias.