Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Quadrilha é presa após praticar vários assaltos na Capital

Roubo

02 outubro 2015 - 12h52Por Anna Gomes

Quatro jovens suspeitos de serem autores diversos roubos na Capital, foram presos pelos policiais da Derf (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), no final da tarde desta quinta-feira (1). O grupo confessou que também são autores de agredir e amordaçar um caminhoneiro no último dia 29 de agosto, em Campo Grande.

De acordo com o delegado Carlo Delano, os policiais estavam fazendo investigações de uma sequencia de roubos em farmácias da Capital. No dia 16 do mês passado, um estabelecimento localizado na Avenida Tamandaré foi assaltado e após a apuração dos fatos, a polícia conseguiu prender Jéssica Caroline Soares Neto, 23, Maycon Correia Silva, 24, Patrick de Oliveira Rocha,22 e Gerson Teodoro Crisostomo, 21.

 (Revólver e celulares também foram apreendidos. Foto: Anna Gomes)

Ainda conforme Delano, por volta das 17h de ontem, os policiais prenderam Patrick , que estava armado com um revólver calibre 32 municiado. Ele estava morando com Jéssica e juntos praticavam vários roubos pela cidade com a ajuda do marido da jovem, Wagner Albuquerque Rodrigues de 31 anos que está preso no Instituto Penal da Capital.

(Moto usada para praticar assaltos. Foto: Anna Gomes)

Os policiais prenderam Jéssica e Patrick no Bairro Paulo Coelho Machado, que ao serem questionados, revelaram que iriam encontrar dois homens para praticarem mais um assalto. A polícia questionou onde estava marcado o encontro e acabou detendo Maycon e Gerson.

Golpe do falso frete


O quarteto também confessou à polícia que eles são os autores de enganar o caminhoneiro Sebastião de Paula de 49 anos com o golpe do falso frete, no dia 29. Durante a ação dos bandidos, a vítima foi agredida e amordaçada.

O delegado conta que Jéssica teria ligado para Sebastião dizendo que iria fazer uma mudança e que precisaria dos serviços do caminhoneiro. Quando Sebastião chegou ao local, passou verdadeiros momentos de terror, ele foi rendido pelo Patrick e usando uma moto Honda Titan chegaram Maycon e Gerson que amarram a vítima.

O marido de Jéssica, Wagner, disse ao bando que um amigo dele iria buscar o caminhão e o levaria para o país vizinho, o Paraguai, onde receberiam a quantia de R$ 15 mil com a venda do veículo. Mas devido a demora do tal motorista chegar, o grupo acreditou que talvez alguns policiais estariam envolvidos e resolveram abandonar o caminhão. A vítima contou que conseguiu se desamarrar depois. Em seguida, encontrou uma pessoa para pedir socorro e ligou para a polícia. Do grupo preso, apenas Gerson não tinha passagem policiais.