TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Polícia

'Rei das Fake News' diz que comprou pistola porque é perseguido e ameaçado de morte

Ele não tem porte para ter armas e a pistola estava embaixo do colchão

18 maio 2020 - 10h30Por Dany Nascimento

Herberson Ramires Valêncio, 41 anos, conhecido na cidade de Bonito como “O Rei das Fake News”, disse em depoimento para a Polícia Civil que comprou uma pistola 380 e diversas munições para se defender, já que é ameaçado de morte na região.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, ele disse que é perseguido no município e comprou a arma de um desconhecido por R$ 2 mil.  

Ele espalhou áudios em grupos de whatsapp. "Ô irmão. Tô sabendo que tudo quanto é veado vai pegar coronavírus. É bom que essa praga morra tudo antes, queimada no fogo do inferno que vai vir pra terra, essa peste, essa praga ruim", disse Herberson, que agora está em uma das celas da Delegacia de Polícia Civil do município. 

O rei das fakes responde a oito processos por calúnia, difamação, suspeita de pedofilia e tentativa de homicídio (três correm em segredo de Justiça) e agora foi indiciado por mais dois crimes.

Herberson mantém uma página no Facebook com 9 mil seguidores, e a usa para discursos de ódio, ameaças a desafetos, apologia e incitação à violência.

Segundo o delegado de Bonito, Gustavo Henri Barros, Papagaio será investigado pela prática do crime de posse ilegal e também por praticar e incitar a discriminação ou preconceito (Art. 20, parágrafo 2°, da Lei 7.716/89) e, caso seja condenado, pode pegar uma pena de até oito anos de prisão.