tce agosto
Menu
segunda, 10 de agosto de 2020
Polícia

Três anos de saudade e mãe ainda guarda tudo que era de Wesner

'Eu penso todo dia porque fizeram isso com meu filho', diz a mãe

29 fevereiro 2020 - 07h00Por Dany Nascimento

Marisilva Moreira da Silva, 47 anos, mãe de Wesner Moreira da Silva, morto aos 17 anos, após ter uma mangueira de alta pressão introduzida no ânus, diz que mesmo com três anos da ausência do caçula, mantém tudo que era do menino guardado.

Roupas, tênis e sapatos do filho continuam guardados no quarto, como se nada tivesse acontecido. “Eu não consegui doar nada que era dele, tudo está guardado do jeito que ele deixou. Minha vida parou, eu penso todo dia porque isso teve que acontecer, meu filho só queria trabalhar e ajudar a nossa família”.

Sobre a possibilidade de júri popular dos acusados, Thiago Giovani Demarco Sena e Willian Henrique Larrea, a mãe afirma que será a primeira a chegar. O processo está parado desde o dia 23 de julho de 2019, com a análise de embargos infringentes, onde a defesa dos suspeitos pede que ambos não sejam levados a júri popular. O relator fez o reconhecimento do documento juntado aos autos e fez a redistribuição ao órgão competente.

“Eles têm que ir para júri popular, eles mataram meu filho. Eles falam que estavam brincando, brincadeira não mata. O processo está parado, eu vou ver se consigo fazer protesto, vou falar com a advogada para ver o que pode ser feito. São três anos de dor, de saudade, três anos que eu penso todo dia no meu filho morrendo de saudades”, disse a mãe.

Marisilva diz que foi orientada a viajar. “Eu estava muito triste, queria resolver a situação do meu filho. Na igreja, me disseram para vir para Corumbá e estou aqui, tentando me distrair. Só quero justiça, precisamos de justiça”.

Relembre o caso

Wesner teve uma mangueira de alta pressão de ar introduzida no ânus, dentro de um lava-jato, no dia 3 de fevereiro de 2017. Ele trabalhava com Willian no local, que pertencia a Thiago.

Após o ocorrido, Wesner ficou 11 dias internado na Santa Casa da Capital e faleceu no dia 14.

Leia Também

Em busca de emprego? Semana começa com mais de mil vagas disponíveis em 24 cidades de MS
Oportunidades
Em busca de emprego? Semana começa com mais de mil vagas disponíveis em 24 cidades de MS
Na linha de frente, técnico de enfermagem morre com covid-19 em Corumbá
CORONAVÍRUS
Na linha de frente, técnico de enfermagem morre com covid-19 em Corumbá
Agnaldo Timóteo diz que guarda mágoas do cantor Roberto Carlos
Geral
Agnaldo Timóteo diz que guarda mágoas do cantor Roberto Carlos
Policial civil é suspeito de matar vizinho após briga em BH
Polícia
Policial civil é suspeito de matar vizinho após briga em BH