Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
MS DIGITAL - COMPET
Polícia

Sem CNH, motorista é detido por direção perigosa e suspeita de embriaguez

Apesar de apresentar visíveis sinais de embriaguez, o motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro

03 setembro 2016 - 10h02Por Redação

O mecânico Genival de Lima, 37, foi detido pela Polícia Militar na madrugada deste sábado (3), após fugir de uma blitz em alta velocidade e quase atropelar um policial na avenida Virginia Ferreira em Coxim, município distante aproximadamente 250 quilômetros de Campo Grande. O motorista não tem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e a suspeita é de que ele estava embriagado.

Policiais do GTRAN (Grupamento de Trânsito) realizavam uma blitz na avenida quando deram ordem de parada para Lima, que conduzia uma caminhonete F-1000, com placas de Coxim. Segundo testemunhas, o motorista não obedeceu, acelerou o veículo e por pouco não atropelou um dos policiais.

Em seguida ele fugiu em alta velocidade fazendo manobras perigosas por várias ruas da cidade até que foi detido pelos policiais na Rua Maria de Figueiredo, já no bairro Santa Maria.

Lima foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Coxim, onde confessou que não possui CNH. Conforme os policiais, apesar de apresentar visíveis sinais de embriaguez, o motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro, portanto foi elaborado um termo de constatação.

O veículo, que pertence a um cliente e estava com o mecânico para fazer um conserto, foi apreendido e levado para o pátio do DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito).

Leia Também

Bolsonaro veta uso de máscara obrigatória no comércio e templos
Geral
Bolsonaro veta uso de máscara obrigatória no comércio e templos
Após servidor testar positivo pra covid-19, Depac Cepol passa por descontaminação
Cidade Morena
Após servidor testar positivo pra covid-19, Depac Cepol passa por descontaminação
Comboio com 20 carros é flagrado com contrabando de R$ 3 milhões
Polícia
Comboio com 20 carros é flagrado com contrabando de R$ 3 milhões
Brasil passa de 62 mil mortes pelo novo coronavírus
Saúde
Brasil passa de 62 mil mortes pelo novo coronavírus