ALMS CONTAR 25/06 A 27/06
(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

SIG de Três Lagoas faz balanço de atuação positivo nos últimos seis meses

Balanço 2013

2 JAN 2014
Redação
21h05min
Divulgação

O delegado titular do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Delegacia Regional de Polícia Civil de Três Lagoas (MS), Dr. Thiago Passos da Silva, divulgou nesta quinta-feira (02) balanço do trabalho realizado pelo setor no ano que passou.

 

De agosto de 2013, quando foi oficialmente criado através de portaria da Delegacia Regional de Polícia, até o mês de dezembro, o SIG realizou 14 prisões em flagrante, esclareceu 29 crimes e cumpriu 44 mandados de prisão no município, segundo o delegado.

 

Das 14 prisões em flagrante realizadas pelo setor, 8 foram por tráfico de drogas, 2 por furto e 2 por posse irregular de arma de fogo, 1 por estelionato e 1 por homicídio doloso. Foram esclarecidos pelos policiais do SIG 12 roubos, 6 furtos, 4 estelionatos, 2 falsidades ideológicas, 1 uso de documento falso e 4 homicídios, totalizando 29 crimes elucidados.

 

Foram apreendidas 4 armas de fogo pelo SIG no município, entre elas uma submetralhadora calibre 9 milímetros (foto). Também foram apreendidas quantidades significativas de maconha, crack, cocaína e pasta base de cocaína e R$ 12 mil em dinheiro.

 

Os agentes do SIG apreenderam no último semestre 28 veículos automotores, entre carros e motos, todos provenientes de atividades criminosas apuradas pelo setor, que instaurou um total de 25 inquéritos policiais no período, sendo que 13 deles já foram concluídos, relatados e encaminhados a justiça local.

 

Neste período foram cumpridos ainda 44 mandados de prisão, entre prisões temporárias, prisões preventivas e mandados decorrentes de sentenças condenatórias, tendo também os policias do SIG participado de 5 operações policiais de grande porte, com destaque para a atuação do SIG de Três Lagoas na “Operação Eríneas”. “São resultados para serem comemorados não só pela Polícia Civil, mas por toda a população de Três Lagoas”, enfatiza Dr. Thiago.

 

Fonte: Ascom Polícia Civil

Veja também