TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Suspeito de estuprar criança, jovem diz 'não saber o que deu na cabeça'

21 setembro 2015 - 10h12Por Izabela Sanchez e Mariana Anunciação

Suspeito do estupro de uma menina de 4 anos no bairro Morada Verde, em Campo Grande, adolescente de 17 anos afirma que “não sabe o que deu em sua cabeça". Ele foi apreendido no domingo (20) e encaminhado para Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, em Campo Grande.

O delegado titular da DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente), Paulo Sérgio Lauretto explicou que a investigação realizou diligências durante toda a semana. O caso foi resolvido com a ajuda de quatro câmeras de segurança no bairro, além da auxílio de pessoas que moram próximo ao local em que ele estava escondido.

As câmeras mostraram o adolescente usando o mesmo boné e as mesmas correntes que portava quando o crime ocorreu. A polícia recebeu informações de que ele estaria em uma casa abandonada. O jovem trabalha como auxiliar de serralheiro e não tem passagem criminal.

A família do suspeito declarou estar muito abalada, já que o adolescente não apresentava comportamento violento. Ele havia fugido de casa duas vezes e fazia uso de entorpecentes a cerca de 2 meses.

“Há casos que marcam, os policiais se desdobraram, em especial nesse caso que chocou pela gravidade da situação”, afirmou o delegado.

O advogado do adolescente defendeu que o crime

deve ser esclarecido. “É triste esse caso que estamos presenciando, quem perde é a sociedade. É um crime motivado pelo tráfico de drogas. O culpado não é nem mesmo o adolescente, é a sociedade”, declarou.